Latest from the Blog

O estilo do conto “Diário de um Amigo”

A minha literatura são dois gajos sentados numa cama a olhar um para o outro, agoniados de terem nascido, desesperados por carinho e perdidos numa civilização qualquer.

Tenho o coração por resolver

Tenho o coração por resolver. (e só depois posso ser feliz) Tenho o passado por perceber. (e só depois posso me resolver) Tenho o futuro por ver. (e só depois posso me perceber) Tenho o presente por escrever. (e só depois posso me ver) Tenho o momento por espairecer. (e só depois posso me escrever)Continue a ler “Tenho o coração por resolver”

Create your website at WordPress.com
Iniciar